fbpx Jerry Adriani, depois de 2 anos, é revivido em biografia - Márcio Top
28
outubro 2020
       

Jerry Adriani, depois de 2 anos, é revivido em biografia

Cantor Jerri Adriani, tem sua trajetória de vida contada em uma biografia. O paulistano saiu de cena em abril de 2017, aos 70 anos. Além do lançamento biográfico, haverá também lançamento de um disco póstumo, que foi gravado em vida pelo cantor.

Quem assina a edição do livro, publicado ao fim de 208, é o pesquisador musical Marcelo Fróes, cujo projeto é anterior à morte do cantor. Tanto que a ideia inicial – aprovada por Jerry – era editar uma biografia escrita na primeira pessoa a partir de transcrição de longa e inédita entrevista do cantor.

Jerry Adriani em disco ao vivo

Já a edição de um disco ao vivo de Jerry está em fase de negociação por Fróes. Se concretizado, o projeto do álbum ao vivo (o quarto do cantor no gênero) gera o segundo registro consecutivo de show em discografia que compreende 32 álbuns lançados entre 1964 e 2013.

Em 2009, o cantor lançou o CD e DVD Acústico ao vivo com sucessos da carreira. Em 2013, sem repercussão, Jerry lançou o álbum Família ao vivo, desdobramento do último disco de estúdio do artista, Família(2012).

Jerry Adriani e Raul Seixas
Jerry Adriani e Raul Seixas

Jerry Adriani foi o responsável pela vinda de Raul Seixas para o Rio de Janeiro, de quem se tornou grande amigo ainda em Salvador. “Raulzito e os Panteras”, como eram conhecidos, formavam a banda de apoio que tocou com ele durante 3 anos. “Tudo que é bom dura pouco”, “Tarde demais”, “Doce doce amor” foram algumas das músicas de Raul Seixas gravadas pelo artista. Raul foi produtor de Jerry Adriani, entre 1969 e 1971, até iniciar carreira solo.

Jerry faleceu em 23 de Abril de 2017, ele enfrentava um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

(Visited 147 times, 1 visits today)

Deixe seu comentário

Abrir conversa
1
Olá, tudo bem?
Olá, como posso te ajudar?