03
junho 2020
       

Consumo alimentar sem desperdícios

O Banco de Alimentos do Paraná promoveu ações de consumo alimentar inteligente na Ceasa em Curitiba. As oficinas intituladas: “Cozinhando sem Perdas e Desperdícios” foram realizadas de 10 à 12 de julho.

Seis dicas saudáveis
para emagrecer clique aqui

Espere carregar e ouça a entrevista – Cozinhando sem Perdas e Desperdícios” com o Chef Fernando Matsushita, Gerente do Banco de alimentos Jaqueline dos Reis Macedo, Diretor Agro comercial Paulo Ricardo da Nova e a Nutricionista Fátima Negre

Elimine suas dores 
musculares naturalmente 
clique aqui

De acordo com a assistente social e gerente do Banco de Alimentos – BA, Jaqueline dos Reis Macedo, as oficinas são realizadas para orientar a população no melhor aproveitamento na hora do cozimento dos alimentos.

De acordo com a gerente, instituições sem fins lucrativos, merendeiras de escolas estaduais, além de famílias carentes que já são atendidas pelo Banco, podem participar das oficinas gratuitamente.

Para o diretor agro comercial do Banco de Alimentos, Paulo Ricardo da Nova, o trabalho de conscientização é de suma importância no intuito de ensinar as pessoas utilizarem e a preparem os alimentos economizando e evitando desperdício.

Da Nova ressaltou que, todos os alimentos que são doados as entidades e repassados as famílias carentes, estão em ótimas condições de consumo.

“São àqueles alimentos que o comerciante não conseguiu comercializar, estão em condições ótimas de consumo, os comerciantes nos doam esses alimentos e nós promovemos as doações no intuito de atender famílias carentes, afinal ninguém merece passar fome”, disse.

Banco de Alimentos de Curitiba – produtos distribuídos gratuitamente

Saiba onde degustar a melhor pizza no Sítio Cercado

Jaqueline dos Reis explica que, Os produtos arrecadados na Ceasa são recebidos, selecionados e distribuídos gratuitamente às entidades (As entidades fazem as distribuição nas comunidades), e famílias em situação de insegurança alimentar.

Segundo a gerente, tanto as entidades, quanto as famílias devem estar previamente cadastradas, no intuito de participarem e receberam as doações.

Conta que, em contrapartida, as entidades atendidas pelo Banco de Alimentos participam de atividades de capacitação em educação alimentar, para que o conhecimento seja repassado à toda comunidade.

Nas oficinas, as pessoas aprendem a prepararem pratos com substâncias que antes eram descartadas e jogadas no lixo. O Chef de cozinha Fernando Matsushita conta que: “A receita eu ensino, mas a criatividade e imaginação de cada é que realmente fará toda a diferença”.

A nutricionista Fátima Negre, ressalta que toda parte do alimento, não danificada, pode ser aproveitada nutricionalmente. Segundo a nutricionista, “do talo a semente, os alimentos apresentam valores nutricionais”.

“A pessoa pode realizar diversas preparações nutritivas usando muito a criatividade”, destaca.

Além das oficinas que são ministradas, os alimentos também são doados para instituições socioassistenciais, famílias atendidas, idosos já cadastrados no sistema do Banco de Alimentos.

Jaqueline explica que, para poder receber os alimentos, as entidades sem fins lucrativos, famílias e demais interessados em participar do projeto, devem preencher os requisitos de acordo com e regulamento de participação do programa.

O telefone para informações e cadastro é 41 3348-5501

Siga-me no Instagram
clique aqui
(Visited 28 times, 1 visits today)

Facebook Comments

Open chat
1
Oi, que bom que você está vindo conversar comigo, terei o prazer em te ajudar no que eu puder. Seja bem vindo (a)!